top of page
Buscar
  • Foto do escritorLeader Saúde

18 de Maio - Saiba como identificar e ajudar uma criança que sofre abuso



Com o objetivo de mobilizar a sociedade brasileira e convocá-la para o engajamento contra a violação dos direitos sexuais de crianças e adolescentes, 18 de maio foi estabelecido como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.


Neste dia, em 1973, uma menina de 8 anos, de Vitória (ES), foi sequestrada, violentada e cruelmente assassinada. Seu corpo apareceu seis dias depois, carbonizado e os seus agressores nunca foram punidos. Com a repercussão do caso, e forte mobilização do movimento em defesa dos direitos das crianças e adolescentes, 18 de maio foi instituído pela Lei nº 9.970/2.000, como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Desde então, esse se tornou o dia para que a população brasileira se una e se manifeste contra esse tipo de violência.


Conheça os principais sinais de violência e abuso e veja mais detalhes no vídeo acima:

· Hematomas e fraturas constantes

· Uso de roupas compridas, mesmo no calor, para esconder machucados

· Queimaduras de repetição

· Cobrir o rosto com as mãos quando adulto fala mais firme

· Mudanças bruscas de comportamento: criança se torna mais agressiva ou quieta e triste

· Mudanças no padrão de alimentação ou sono: passaram a comer e dormir muito mais ou muito menos

· Regressão de comportamento: voltar a usar fraldas, fazer xixi na cama, crises de choro

· Atrasos no desenvolvimento

· Comportamento precoce, sexualizado, inadequado para a idade

· Demonstrar medo de algum parente ou adulto próximo à família


Como proteger as crianças

Se você identificou sinal de violência em alguma criança, o primeiro passo é ouvi-la sem julgamentos e acolhê-la, estabelecendo uma relação de confiança e proteção. É importante que ela entenda que não vai ser punida se contar alguma situação ruim pela qual está passando. Isso porque muitas das vítimas de abuso ou maus-tratos sofrem ameaças para não revelar a violência.


Depois de ouvir o relato, é preciso encaminhar a denúncia aos órgãos competentes, como Conselho Tutelar, Disque 100, polícia ou Ministério Público. A pessoa que viu alguma suspeita de violência e não fez denúncia, pode responder por omissão de socorro.


23 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page