Buscar
  • Leader Saúde

Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes



18 de maio é celebrado o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, data determinada oficialmente pela Lei 9.970/2000, em memória à menina Araceli Crespo, de 08 anos de idade, que foi sequestrada, violentada e assassinada em 18 de maio de 1973.


Mesmo tantos anos depois, essa tem sido a realidade de muitas crianças, e a sociedade no geral é responsável por dar o amparo e ajuda-las a sair de situações de exploração e abusos, já que elas não conseguem fazer isso por si só.


Se você desconfia que alguma criança ou adolescente esteja sofrendo abusos, não hesite em ajudar! Saiba que os menores detalhes são importantes, e é preciso estar muito atento para identificar essas situações.

Veja a seguir quais as principais características de quem sofre abusos, violência e exploração, e qual a forma correta de ajudar.


Quais são os sinais de alerta?

A criança pode não querer se abrir sobre o abuso que sofreu, mas é comum manifestar possíveis indicadores. Isso pode incluir um ou mais dos seguintes itens:


· Mudanças significativas no comportamento, como fazer cocô na calça ou xixi na cama, ou ter um declínio no desempenho escolar;

· Comportamento sexual (apresenta interesse ou faz brincadeiras de cunho sexual, usa palavras ou fazem desenhos que se referem as partes íntimas)

· Medos súbitos ou medo de estar com uma pessoa específica;

· Mudanças inexplicáveis no estado emocional (chorar sem motivo aparente, ter comportamentos infantis repentinos, agressividade, vergonha excessiva, se tornar uma criança extremamente reservada);

· Dor na área genital ou anal (há casos em que a criança mostre dificuldade em andar ou sentar)


Se alguma criança apresenta alguns desses sintomas isoladamente, não significa necessariamente que essa sofra abuso, mas se for repentino e acompanhado de outros comportamentos listados acima ou algo fora do normal, é bom ficar atento e procurar ajuda o quanto antes.


Como posso Ajudar?

Havendo alguma suspeita é possível fazer a denúncia por meio do canal Disque 100. A ligação é gratuita, funciona todos os dias da semana, por 24h, inclusive sábados, domingos e feriados. A denúncia pode ser feita também na Polícia Militar, pelo número 190, ou Polícia Rodoviária Federal, pelo 191. O sigilo é garantido, e as ligações podem ser feitas por aparelhos fixos ou móvel.

#SegueaLeader #SaudeLeader #SomosTodosLeader #ExploraçãoSexualInfantil #MaioLaranja #Disque100

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo