top of page
Buscar
  • Foto do escritorLeader Saúde

O que pode ocorrer quando não comemos frutas e legumes o suficiente?



Dietas ricas em frutas e vegetais fazem parte de um estilo de vida saudável, estão associadas a um menor risco de morte prematura e ainda protegem contra doenças crônicas não transmissíveis, como problemas do coração e câncer. No longo prazo, a falta desses alimentos parece facilitar o aparecimento de doenças crônicas e determinadas situações, saiba quais são.


Você cria oportunidades para tumores

Além de serem ricos em vitaminas e sais minerais, esses alimentos possuem uma variedade de fitoquímicos —substâncias que não se confundem com nutrientes— que podem beneficiar todos os sistemas do organismo. Em relação aos tumores, as pesquisas seguem em andamento, mas estudos com modelos animais e em laboratório (in vitro) têm observado que muitos desses compostos possuem efeitos antitumor.


Dados do Inca (Instituto Nacional do Câncer) esclarecem que pessoas que comem menos, muito pouco ou nenhum desses alimentos estão mais suscetíveis a tumores do trato gastrointestinal. A evidência mais consistente se refere ao câncer colorretal. Comer mais frutas que verduras e legumes já foi até associado à redução da mortalidade por câncer.


Você pode acabar ingerindo mais calorias

Comer o suficiente de frutas e verduras influencia o consumo de calorias e o peso corporal. Boa parte desses alimentos é rica em fibras, água e ainda é pouco calórico, especialmente quando comparados aos ultraprocessados. Tais qualidades nutricionais favorecem quem precisa reduzir ou controlar o peso porque a falta desses itens no cardápio já foi relacionada ao aumento de sobrepeso, da obesidade (inclusive a abdominal) e à síndrome metabólica em adultos e crianças, além do diabetes.


Você impede o trabalho de veias e artérias

A baixa ingestão de frutas e verduras está associada ao aumento de doenças cardiovasculares, como a doença arterial coronariana, o infarto e o AVC.

É sugerido que se inclua no prato frutas e verduras que possuam substâncias que protegem o coração, como vitaminas, minerais, fibras e antioxidantes, e que não têm gordura saturada, colesterol e sal.


Você abre mão de uma vida longa e saudável

Os cientistas fazem revisões periódicas de estudos para conferir e comparar seus resultados. Eles afirmam que embora ainda não dê para provar que comer mais vegetais reduza o risco de morrer precocemente, as pesquisas feitas até hoje dão suporte para a recomendação de dar preferência a esses alimentos. Afinal, quando a dieta é pobre nesses alimentos ela aumenta o risco de ter alguma das doenças crônicas não transmissíveis.


As doenças crônicas não transmissíveis são responsáveis por 71% de mortes prematuras em todo mundo. A ingestão de 5 porções por dia de vegetais (ou 2 porções de frutas e 3 porções de legumes e verduras) foi associada à menor mortalidade.


81 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page