top of page
Buscar
  • Foto do escritorLeader Saúde

Outubro Rosa: fatores que podem aumentar o risco do câncer de mama



O câncer de mama é o tumor mais comum entre as mulheres, por isso, é importante entender os fatores que aumentam o risco de câncer de mama e saber como identificar esses fatores para reduzir a incidência do câncer.


Quando falamos em fatores de risco, nos referimos a causas que aumentam a probabilidade do câncer aparecer. Mulheres com fatores de risco não necessariamente virão a ter câncer, assim como a ausência de fatores de risco não elimina a chance de tê-lo. Mas, é comprovado que quanto mais fatores de risco um indivíduo possui, maiores são suas chances de desenvolver determinada doença.


Fatores que aumentam o risco de câncer de mama:


Sexo feminino: homens podem desenvolver câncer de mama, mas é algo muito raro. As mulheres têm cem vezes mais chances de ter câncer de mama.


Idade: o risco de câncer de mama aumenta depois dos 35 anos, mas se torna ainda mais propenso depois dos 45 anos.


Etnia: brancos (caucasianos) são o grupo étnico com maior incidência de câncer de mama.


Histórico familiar: ter um ou mais parentes próximos que já tiveram câncer, aumenta o risco de ter, pois isso demonstra um fator genético de propensão à doença.


Histórico pessoal: a pessoa que já teve câncer de mama, apresenta 4x mais chances de ter outro câncer de mama, seja no mesmo seio ou no outro.


Lesões benignas da mama: a maioria das lesões benignas da mama não acarretam em maior risco de câncer de mama. Entre elas podemos citar fibroadenoma simples, alterações fibrocísticas, papiloma e ectasia ductal. Porém, algumas lesões como a hiperplasia ductal atípica e a hiperplasia lobular atípica são fatores de risco reconhecidos, aumentando em cerca de 5x o risco de câncer de mama.


Idade da menarca e da menopausa: mulheres com a menarca (primeira menstruação) precoce (antes dos 12 anos) ou com a menopausa tardia (após os 55 anos) apresentam maior risco de câncer de mama.


Alimentação: a ingestão de muitos alimentos gordurosos, consumo extremo de bebida alcoólica e cigarro somado a falta de atividade física, podem agravar o risco de ter câncer de mama.


Obesidade: quanto maior o tecido gorduroso, maior o risco de câncer de mama. Mulheres com IMC maior que 33 kg/m² apresentam 27% mais risco que mulheres com IMC normal. Este risco é ainda maior em mulheres após a menopausa.


Mulheres que apresentam fatores de risco para desenvolver o câncer de mama devem procurar um especialista para avaliações radiológicas mais frequentes. É importante que a mulher faça o autoexame e nunca dispense a consulta médica e a mamografia, pois nódulos muito pequenos não são detectáveis pela palpação.


A prevenção é o melhor caminho!


16 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page