DICAS DE SAÚDE

Se você não sabe como começar ou recomeçar a ter hábitos saudáveis, confira 10 dicas para facilitar o processo:
•    1 - Beber a quantidade de água ideal: Manter-se hidratado diariamente está relacionado integralmente com um melhor funcionamento do corpo e da mente. 
•    2 - Consumir mais frutas e verduras: O novo ano pode ser o momento ideal para inserir mais frutas e verduras - ricos em água e fibras que fortalecem a flora intestinal evitando diversas doenças.
•    3 - Variar os alimentos: Que tal diversificar mais o cardápio? Um novo ano é um ótimo momento para experimentar novos tipos de alimentos.
•    4 - Comer sal sem excesso de sódio: O consumo excessivo do sal pode gerar problemas de saúde como hipertensão e doenças cardiovasculares. 
•    5 - Usar o açúcar a seu favor: Assim como o sal, o açúcar pode ser um vilão da alimentação saudável e, quando ingerido em abundância, é capaz de provocar doenças como diabetes e obesidade. 
•    6 – Evitar industrializados: Alimentos que parecem práticos para o consumo (industrializados), muitas vezes, apresentam produtos químicos artificiais e sintéticos que não contribuem com quem quer atingir o objetivo de ser mais saudável. 
•    7 - Prestar mais atenção nas embalagens: Comece a olhar sempre nas embalagens dos alimentos os seus nutrientes e composições antes de adquiri-lo. 
•    8 - Ficar de olho nas bebidas: Essa meta vale para todas as bebidas, principalmente refrigerantes, sucos concentrados e álcool. 
•    9 - Fazer novas amizades e cuidar das antigas: Essa meta tem tudo a ver com a era tecnológica em que estamos vivendo. 
•    10. Mexer o corpo: Essa meta é comum na lista de muitas pessoas e o próximo ano pode ser o momento certo para, finalmente, dar início na prática de uma atividade física. 

Aproveite as dicas, seja saudável em 2020 e ganhe uma vida melhor!

#DicasdeSaude #SaudeLeader #SomosTodosLeader

O primeiro mês do ano é marcado pela campanha Janeiro Branco, que tem como principal objetivo discutir a saúde mental. Toda semana vamos falar de um transtorno mental, com apresentações diferentes. Eles geralmente são caracterizados por uma combinação de pensamentos, percepções, emoções e comportamento anormais, que também podem afetar as relações com outras pessoas.

A depressão é um transtorno mental comum e uma das principais causas de incapacidade em todo o mundo. Globalmente, estima-se que 300 milhões de pessoas são afetadas por essa condição. Mais mulheres sofrem de depressão que homens. É caracterizada por tristeza, perda de interesse ou prazer, sentimento de culpa ou baixa autoestima, sono e apetite alterados, cansaço e falta de concentração. A depressão pode ser de longa duração ou recorrente, prejudicando substancialmente a capacidade das pessoas de serem funcionais no trabalho ou na escola, assim como a capacidade de lidar com a vida diária. Em seu estado mais grave, a depressão pode levar ao suicídio.

Prevenção- manter um estilo de vida saudável:
•    Ter uma dieta equilibrada;
•    Praticar atividade física regularmente;
•    Combater o estresse concedendo tempo na agenda para atividades prazerosas;
•    Evitar o consumo de álcool;
•    Não usar drogas ilícitas;
•    Diminuir as doses diárias de cafeína;
•    Rotina de sono regular;
•    Não interromper tratamento sem orientação médica.

Cada pessoa pode buscar meios de cuidar da própria saúde mental, seja fazendo terapia (há serviços gratuitos) ou atividades que proporcionem bem-estar. A elaboração de políticas públicas também é parte importante a fim de promover uma cultura da boa saúde da mente.

Não importa onde e nem em que momento da vida você parou. Sempre é possível recomeçar. 

CUIDE DA SUA SAÚDE MENTAL!

#JaneiroBranco #SaudeMental #Depressao #SaudeLeader #SomosTodosLeader

20 dicas para começar o ano bem:
•    Finalize tarefas: Pessoas que fracassam costumam deixar o trabalho para ser feito sempre “mais para frente”. 
•    Mantenha tudo organizado: Mesa e gavetas em ordem. Quando temos o ambiente de trabalho organizado, a sensação de bem-estar é muito maior e isso faz com que as ideias fluam com mais facilidade.
•    Limpe a caixa de e-mail: organize seus e-mails em pastas. Faça uma varredura em todas as entradas e exclua o que não é mais necessário.
•    Deixe o que é ruim no passado: Liste os maiores problemas que enfrentou em 2019 para servir de referência do que não queremos ou não devemos levar em frente.
•    Preserve o que é bom: Certamente, todos temos pessoas que nos fazem bem, tanto na vida pessoal quanto na profissional. 
•    Leia bons livros: Que tal um desafio de ler 1 livro por mês?
•    Recicle seu conhecimento: Qual foi a última vez que você fez um curso? 
•    Defina metas e objetivos: Reflita sobre as conquistas no ano de 2019. Agora, liste as que pretende alcançar nos próximos 365 dias. 
•    Comemore e agradeça: Adote como conduta os rituais de celebração e agradecimento. A cada vitória, uma comemoração. 
•    Respire!: Adote como hábito pausas curtas para “respirar profundamente”. Faça isso em qualquer momento do dia. 
•    Compartilhe para somar: Quanto mais compartilharmos o conhecimento, melhor. No Linkedin, há muitos profissionais que produzem artigos bem interessantes em todas as áreas.
•    Encontre seus amigos: Programe-se para happy hours com amigos com mais frequência. 
•    Olhe para você: Reveja seus hábitos de vida. Exercitar o corpo é equilibrar a saúde e a mente.
•    Melhore sua alimentação: Que tal tirar aquele propósito de seguir uma alimentação saudável do papel? 
•    Reflita sobre a felicidade: Avalie o que te motiva, o que te faz feliz. 
•    Faça muitas fotos: As fotos ajudarão a ter um resumo dos momentos mais importantes de 2020.
•    Inspire-se nos melhores: Faça uma lista de pessoas que considera bem-sucedidas. 
•    Faça um diário profissional: Registre seus dias e semanas num diário. 
•    Desenvolva novas habilidades: Exercite a mente fazendo coisas completamente novas. 
•    Cultive valores: Pode ser num vasinho sobre a mesa de trabalho ou no quintal de casa. O tamanho, não importa. Apenas a intenção. Cada plantinha ou flor pode ser batizada com um valor e/ou característica que você deseja fortalecer em 2020. Por exemplo, uma margarida pode representar a alegria; um bambuzinho, a força e a flexibilidade. O importante é plantar, cultivar e ver florescer.

Não basta desejar um ano melhor, é necessário ter atitude, perseverar e não desviar do foco. Então, mãos à obra! Faça cada um dos seus dias melhor que o anterior. Transforme a sua realidade e construa um lugar incrível para viver.

#Dicaspara2020 #SaudeLeader #SomosTodosLeader

Outubro Rosa é uma campanha anual realizada mundialmente em outubro, com a intenção de alertar a sociedade sobre o diagnóstico precoce do câncer de mama e colo de útero. O movimento teve início no ano de 1990 em um evento chamado "Corrida pela cura" que aconteceu em Nova Iorque. Para o Brasil, foram estimados 59.700 casos novos de câncer de mama em 2019, com risco estimado de 56 casos a cada 100 mil mulheres.

O câncer de mama se desenvolve quando ocorre uma alteração de apenas alguns trechos das moléculas de DNA, causando uma multiplicação das células anormais que geram o cisto. Esse câncer é segundo tipo que mais acomete brasileiras, representando em torno de 25% de todos os cânceres que afetam o sexo feminino.  Os principais sinais e sintomas da doença são: caroço (nódulo), geralmente endurecido, fixo e indolor; pele da mama avermelhada ou parecida com casca de laranja, alterações no bico do peito (mamilo) e saída espontânea de líquido de um dos mamilos. Também podem aparecer pequenos nódulos no pescoço ou na região embaixo dos braços (axilas). 

É comprovado: dieta saudável e atividades físicas podem evitar 28% dos casos de câncer de mama. Com algumas dicas simples, você pode mudar sua rotina:
•    Fazer cerca de 30 minutos diários de caminhada.
•    Seguir uma dieta balanceada. A vitamina A é responsável pela defesa imunológica do organismo e atua na proteção contra doenças infecciosas. É encontrada naturalmente em frutas, verduras e fígado. 
•    O controle de peso é aliado para evitar o câncer de mama.
•    Evitar álcool e cigarro. 

As mulheres podem fazer o autoexame com cuidado, preferencialmente uma vez por mês, sempre a partir do final da menstruação ou, na menopausa, em um dia específico do mês. É importante que as mulheres estejam atentas ao seu corpo e ao sinal de qualquer tipo de alteração, sendo então importante comunicar ao médico.
Como fazer:
•    Diante do espelho, em pé e com os braços soltos ao longo do corpo, observe o bico dos seios e a aréola. Veja se há retração ou mudança na cor da pele, da superfície ou do contorno da mama.
•    Levante os braços acima da cabeça e observe se há retração na pele da mama ou do mamilo.
•    Deitada, coloque um travesseiro sob o ombro direito, ponha o braço direito atrás da cabeça e, com a mão esquerda, apalpe a mama direita.
•    Em movimentos circulares suaves, aperte toda a mama com a ponta dos três dedos médios juntos, sem tirá-los da pele, para sentir se há nódulos ou endurecimentos. 
•    Revise também embaixo das axilas.
•    Repita os movimentos apalpando a mama esquerda com a mão direita. O autoexame pode ser feito durante o banho, com as mãos ensaboadas. 

A expectativa é que a doença seja controlada no futuro. Para isso, as maiores apostas devem ser o tratamento personalizado e a vacina!

A prevenção é o melhor caminho. Um toque pode mudar sua vida!

Abrace essa causa!

Previna-se. Ame-se!

#OutubroRosa #Previna-se #DicasdeSaude #SaudeLeader #SomosTodosLeader

O Setembro Amarelo é uma iniciativa da Associação Brasileira de Psiquiatria. Segundo dados da OMS, cerca de 805 mil pessoas cometem suicídio por ano. Em 2012, foram 11.821 mortes, sendo 9.198 homens e 2.623 mulheres. É a principal causa de morte entre jovens de 25 a 34 anos e a 15.ª causa no mundo.

A cor da campanha foi adotada por causa da história que a inspirou: “Em 1994, um jovem americano de apenas 17 anos, chamado Mike Emme, tirou a própria vida dirigindo seu carro amarelo. Seus amigos e familiares distribuíram no funeral cartões com fitas amarelas e mensagens de apoio para pessoas que estivessem enfrentando o mesmo desespero de Mike, e a mensagem foi se espelhando mundo afora.”

O suicídio é um fenômeno complexo, multifacetado e de múltiplas determinações, que pode afetar indivíduos de diferentes origens, classes sociais, idades, orientações sexuais e identidades de gênero. 
Mas o suicídio pode ser prevenido! 
Saber reconhecer os sinais de alerta em si mesmo ou em alguém próximo a você pode ser o primeiro e mais importante passo. Isolamento, mudanças marcantes de hábitos, perda de interesse por atividades de que gostava, descuido com aparência, piora do desempenho na escola ou no trabalho, alterações no sono e no apetite, frases como “preferia estar morto” ou “quero desaparecer” podem indicar necessidade de ajuda. 
Por isso, fique atento(a) se a pessoa demonstra comportamento suicida e procure ajudá-la.

Conselhos para conversar com alguém com pensamentos suicidas:
•    Escolha um lugar calmo onde a pessoa sinta-se confortável
•    Garanta que vocês dois terão tempo suficiente para conversar
•    Se você disser a coisa errada, não entre em pânico; não seja duro demais consigo mesmo
•    Foque na outra pessoa, faça contato visual, ponha o telefone de lado – dê sua atenção total à outra pessoa
•    Seja paciente, podem ser necessárias várias tentativas até a pessoa estar pronta para se abrir
•    Use perguntas abertas que precisam de respostas que sejam mais do que um sim ou um não
•    Não sinta que precisa preencher todos os silêncios com conselhos e com palavras: às vezes a pessoa está tomando coragem para falar e precisa de um tempo
•    Não interrompa ou ofereça uma solução para todos os problemas, o importante é ouvir
•    Não empurre suas próprias ideias sobre como a pessoa deve estar se sentindo
•    Verifique se a pessoa sabe onde e como obter ajuda profissional. O CVV – Centro de Valorização da Vida realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo por telefone, email e chat 24 horas todos os dias. Ligue 188.

O suicídio é um ato de comunicação. Quem se mata, na realidade tenta se livrar da dor, do sofrimento, que de tão imenso, parece insuportável. Por isso faça sua parte observe as mudanças e siga esses conselhos para conversar com quem precisa.

Nós podemos ser agentes de transformação dessa realidade!

Diga SIM a vida!

#DigaNaoaoSuicidio #SetembroAmarelo #TodosPelaVida #SaudeLeader #SomosTodosLeader

O Dia Nacional da Luta por Medicamentos, comemorado em 08 de setembro, é uma data criada para reconhecer a luta de associações e de ONGs pelo mundo que se uniram por uma causa: garantir que as pessoas tenham acesso à medicamentos.

Pessoas que dependem de medicamentos para sobreviver e que, muitas vezes, não conseguem ter acesso pelo alto custo, podem recorrer a algumas iniciativas que disponibilizam medicamentos de forma gratuita ou com um preço reduzido. Dentro dessa campanha, os mais beneficiados são aqueles que precisam de medicamentos de alto custo (excepcionais), como os pacientes portadores do vírus HIV, em tratamentos de câncer ou de diabetes.

Apesar de no Brasil já termos a difusão do medicamento genérico e a distribuição gratuita de alguns remédios pelo SUS, muitas pessoas vem utilizando da Judicialização da Saúde para obter medicamentos, tratamentos, exames e cirurgias que não conseguem gratuitamente, através de ações judiciais. Os pedidos normalmente são feitos com base no direito fundamental de todo brasileiro à saúde. O que vem gerando um grande debate já que nos últimos anos, o número de processos e o gasto dos governos com ações judiciais têm crescido tanto a nível federal quanto em Estados e municípios. O total de condenações do Estado de SP, por exemplo, quase dobrou em cinco anos (foi de 9.385 em 2010 para 18.045 no de 2015).

O Dia Nacional da Luta por Medicamento relembra que o remédio é um bem da humanidade.

”Esse dia é para homenagear as lutas por iniciativas que facilitam o acesso da população a medicamentos”

#DiadeLutaporMedicamentos #SaudeLeader #SomosTodosLeader

Fibrose Cística (FC), também conhecida como Doença do Beijo Salgado ou Mucoviscidose, é uma doença genética crônica que afeta principalmente os pulmões, pâncreas e o sistema digestivo. Atinge cerca de 70 mil pessoas em todo mundo, e é a doença genética grave mais comum da infância.

Um gene defeituoso e a proteína produzida por ele fazem com que o corpo produza muco de 30 a 60 vezes mais espesso que o usual. O muco espesso leva ao acúmulo de bactérias e germes nas vias respiratórias, podendo causar inchaço, inflamações e infecções, como pneumonia e bronquite, trazendo danos aos pulmões. Esse muco também pode bloquear o trato digestório e o pâncreas, impedindo que as enzimas digestivas cheguem ao intestino. O corpo precisa dessas enzimas para digerir e aproveitar os nutrientes dos alimentos, o que é essencial para o desenvolvimento e a saúde do ser humano.

Pessoas com fibrose cística frequentemente precisam repor essas enzimas através de medicamentos tomados junto às refeições, como forma de auxílio na digestão e nutrição apropriadas.

Os sintomas da fibrose cística e sua gravidade são diferentes para cada pessoa e os sintomas mais comuns são:
•    pele/suor de sabor muito salgado;
•    tosse persistente, muitas vezes com catarro;
•    infecções pulmonares frequentes, como pneumonia e bronquite;
•    chiados no peito, ou falta de fôlego;
•    baixo crescimento ou pouco ganho de peso, apesar de bom apetite;
•    fezes volumosas e gordurosas, e dificuldade no movimento intestinal (poucas idas ao banheiro);
•    surgimento de pólipos nasais.

Não existe nenhuma maneira de prevenir a fibrose cística. A triagem das pessoas com histórico familiar da doença pode detectar o gene da fibrose cística em 60 a 90% dos casos, dependendo muito do teste usado para esse fim.

A data, instituída pela Lei nº 12.136/2.009, tem o objetivo de conscientizar a população brasileira, em especial os gestores e os profissionais da área de saúde, sobre a importância do diagnóstico precoce e do tratamento adequado da fibrose cística, ou mucoviscidose, e divulgar a acessibilidade, nos serviços públicos de saúde, aos medicamentos indicados para o tratamento.

#DiadaFibroseCistica #DicasdeSaude #SaudeLeader #SomosTodosLeader

O que você precisa saber do ovo? 
*A proteína da clara do ovo é uma das proteínas mais bi disponíveis que nós temos na atualidade. Ela chega perto de 95% de capacidade de absorção e utilização, isso quer dizer que 95% do que você consome, você consegue incorporar nos seus músculos, seu cabelo, na sua pele, nas suas unhas e isso é muito bom! Mas e a gema? Ela é a rica em Vitamina E e tem a quantidade de Colesterol suficiente para você fazer Hormônio. O Hormônio é feito a partir de gordura e se você tem o consumo de uma gordura de origem animal a tendência é que você consiga fabricar esses hormônios de uma forma mais eficiente.* (Dr. Paulo Muzy)

Um ovo contém quase todos os nutrientes necessários para manter o corpo saudável. Eles possuem altas quantidades de vitaminas, minerais, proteínas e gorduras boas e seu valor nutricional é de 146 calorias.

Veja os 10 benefícios do Ovo para a saúde:
1-Fortalece os ossos
2-Protege os olhos
3-Promove perda de peso
4-Elimina o colesterol ruim
5-Acelera o funcionamento do cérebro
6-Previne o câncer de mama
7-Acelera o crescimento dos cabelos
8-Aumenta massa muscular
9-Elimina Acnes
10- Promove um bom desenvolvimento para o bebê

*O ovo emagrece?
De acordo com estudo realizado pelo Departamento de Obesidade da Pennington Biomedical Research Center da Universidade do Estado de Louisiana, comer ovo pode sim ajudar a emagrecer.
Essa afirmação foi baseada em análise de alguns voluntários submetidos a uma dieta especial a base de ovo. *Sendo assim, o estudo conseguiu provar que a ingestão regular do ovo, sobretudo no café da manhã, ajudar a perder peso.*

*Qual a quantidade ideal?
A maioria das pessoas saudáveis e com níveis normais de colesterol no sangue pode comer até sete ovos por semana sem que isso aumente o risco de sofrer de doenças cardiovasculares. 
*Isso significa 1 ovo por dia!*

*Ovo cru, cozido ou frito veja quais desses tipos se encaixa melhor no seu dia a dia e não deixe de obter todos benefícios que ele oferece!*

No calendário da saúde o mês de abril tem a cor Azul que é voltado ao debate sobre o autismo, por causa da data de hoje, 02/04 "Dia Mundial de Conscientização do Autismo". A data e a campanha do mês azul servem para ajudar a conscientizar a população mundial sobre o Autismo e assim reduzir a discriminação e o preconceito que cercam as pessoas afetadas por esta síndrome neuropsiquiátrica, um transtorno no desenvolvimento do cérebro que afeta cerca de 70 milhões de pessoas em todo o mundo.
Os transtornos do espectro autista (TEA), como o próprio nome sinaliza, englobam uma série de diferentes apresentações do quadro, que têm em comum:
• Maior ou menor limitação na comunicação, seja linguagem verbal e/ ou não verbal; 
• Na interação social; 
• Comportamentos caracteristicamente estereotipados, repetitivos e com gama restrita de interesses.

Nesta data, vários pontos turísticos do país são iluminados de azul, cor que simboliza o Autismo.

O que é o Autismo?
O Autismo pertence a um grupo de doenças do desenvolvimento cerebral, conhecido por “Transtornos de Espectro Autista” – TEA.
Os sintomas do autismo são: fobias, agressividade, dificuldades de aprendizagem, dificuldades de relacionamento, por exemplo. No entanto, vale ressaltar que o autismo é único para cada pessoa. Existem vários níveis diferentes de autismo, até mesmo pessoas que apresentam o transtorno, mas sem nenhum tipo de atraso mental.
Esse transtorno aparece nos primeiros anos de vida. Apesar de não ter cura, terapias e medicamentos e é claro, muito amor podem proporcionar qualidade de vida para os pacientes e suas famílias. O autista olha pouco para as pessoas, não reconhece nome e tem dificuldade de comunicação e interação com a sociedade.

Após o diagnóstico, os pacientes devem fazer uma série de tratamentos e habilitação/reabilitação para estimulação das consequências que o autismo implica, como dificuldade no desenvolvimento da linguagem, interações sociais e capacidades funcionais. Essas características demandam cuidados específicos e singulares de acompanhamento ao longo das diferentes fases da vida.

A medicina e a ciência de um modo geral sabem muito pouco sobre o autismo, descrito pela primeira vez em 1943 e somente 1993 incluído na Classificação Internacional de Doenças (CID 10) da Organização Mundial da Saúde como um transtorno invasivo do desenvolvimento. Muitas pesquisas ao redor do mundo tentam descobrir causas, intervenções mais eficazes e a tão esperada cura. Atualmente diversos tratamentos podem tornar a qualidade de vida da pessoa com autismo sensivelmente melhor. E vale destacar que o neurocientista brasileiro Alysson Muotri conseguiu um primeiro passo para uma possibilidade futura de cura, em seu trabalho na Califórnia (EUA). Ele curou um neurônio autista em laboratório e trabalha no progresso de sua técnica na Universidade de San Diego.

Tão importante quanto descobrir a cura, é permitir que os autistas de hoje sejam incluídos na sociedade e tenham mais qualidade de vida e respeito.
Combater o preconceito faz parte da consciência!

“Do lado de fora, olhando para dentro, você nunca poderá entendê-lo. Do lado de dentro, olhando para fora, você jamais conseguirá explicá-lo. Isso é autismo.” Autism Topics.

Pense na sua rotina e responda: quantos objetos você toca? Difícil contar não é?
Imagine a condição das suas mãos se você não tiver uma higiene adequada!

Vivemos compartilhando objetos. No trabalho, no shopping, em uma festa, em um evento, na lanchonete, e em outros lugares, o banheiro é comum a todos e esse local reserva grande oportunidade para as bactérias e fungos agirem: a maçaneta, a descarga, a torneira. Sem falar que, entre um evento e outro, as pessoas costumam manipular dinheiro, celular e alimentos, proliferando ali a Hepatite A ou a Conjuntivite, por exemplo. Para se ter uma ideia do risco, uma pesquisa da Universidade do Arizona (EUA) constatou que o celular pode ter 10 vezes mais bactérias do que vasos sanitários.
Muitas vezes, é inevitável “conviver” com esses riscos, assim como é da natureza ter bactérias, vírus e fungos por todos os lados. Mas, tratando de enfermidades, a prevenção mínima com a higiene é fundamental. 
Considerando o contato com objetos que podem estar contaminados, e também o contato direto, como um simples aperto de mão, veja abaixo as principais doenças que podem ser evitadas pelo simples hábito de lavar as mãos:

1° Hepatite A
2° Gastroenterites 
3° Rotavírus
4° Shigella e Salmonella
5° Escabiose 
6° Bronquiolite
7° Gripe
8° Varicela (catapora)
9° Conjuntivite
10° Candidose (ou candidíase)

E você? Já lavou a mão quantas vezes hoje?
Veja abaixo os 7 passos para a lavagem das mãos que a Leader preparou para você. Mantenha a higiene e evite essas e outras doenças.

Março Azul Escuro é uma campanha que busca informar e educar a população sobre o câncer colorretal através da conscientização.
No câncer colorretal, se diagnosticado precocemente, em estágios iniciais, a taxa de sobrevida é de 5 anos. Ou seja, a porcentagem de pacientes que vivem pelo menos 5 anos após o diagnóstico é de 92%.
Por essa razão, informar a população sobre a doença e seus sintomas é uma das formas de fazer com que as pessoas descubram precocemente a doença.

*O que é o câncer colorretal?
O câncer colorretal é um tipo de tumor que desenvolve no intestino grosso (cólon) ou em sua porção final, o reto. É o terceiro tipo de câncer mais frequente tanto em homens como em mulheres.
A origem desse tipo de tumor se dá por conta de pólipos intestinais, que são lesões semelhantes a verrugas que surgem no intestino grosso.
É por essa razão que é tão importante estar atento às alterações intestinais. Elas podem ser um indício da presença de um pólipo no intestino.

*Sinais e sintomas
Os sintomas mais evidentes de câncer colorretal normalmente aparecem em estágios avançados:
• Sangramento pelo ânus;
• Constipação ou diarreia sem explicação;
• Presença de pólipos no intestino;
• Anemia;
• Fraqueza;
• Cólica abdominal;
• Emagrecimento;
• Sensação de evacuação incompleta.

*Como prevenir o câncer colorretal?
Existem algumas medidas que você pode tomar para evitar o surgimento de câncer colorretal:
• Pratique exercícios físicos
• Não fume
• Evite beber
• Evite carnes processadas
• Tenha uma alimentação saudável

Hoje você aprendeu um pouco mais sobre o câncer colorretal e como se prevenir dele graças ao Março Azul Escuro. 

Ir ao médico regularmente para fazer exames de rotina é um procedimento de suma importância para a prevenção de doenças como câncer de mama, porém, boa parte da população não vai ao médico por um preconceito infundado, de que médico é sinônimo de enfermidade.
   Por este motivo, mesmo estando no século 21, a maioria das causas de morte é por doenças que podem ser detectadas em exames preventivos.
   O exame de rotina não apenas auxilia no tratamento de doenças, como também serve para impedir o agravamento de uma doença.
   Torna-se ainda mais importante a visita de rotina ao médico de pessoas que tem históricos familiares de doenças graves, como por exemplo, câncer, diabetes, doenças do coração e hipertensão.
   Para essas doenças os exames preventivos significam a chance de reverter o quadro do paciente.

Mas com qual frequência devemos ir ao médico?
•    Crianças: Até os 5 anos normalmente o período varia de meses em meses de acordo com as indicações do médico. Dos 5 anos até o final da adolescência: 1 vez por ano. Diminua o intervalo de tempo para crianças e adolescentes que sofrem de alguma doença, como diabetes, ou tem algum problema congênito que deve ser checado constantemente. 
•    Gestantes:  mulheres grávidas devem procurar o Obstetra o mais cedo possível, de preferência logo tomem conhecimento do seu estado. Nessa ocasião o médico fará um exame geral e solicitará os indispensáveis exames de laboratório. De uma maneira geral, até o sexto mês as consultas deverão ser mensais. 
•    Adultos: um check-up anual completo deve ser feito para prever e prevenir doenças naturais causadas pelo envelhecimento. Exames de sangue completos para descobrir as taxas de glicose e colesterol no sangue, assim como vírus como o HIV devem ser feitos também anualmente. Faça constante os exames de audição e visão a partir dos 40/50 anos, anual ou a cada dois anos. Pressão arterial também deve ser checada com uma certa regularidade, prestando atenção em qualquer modificação brusca nos resultados.
•    Idosos: devem tornar a visita ao médico algo rotineiro. Caso tenha condições saudáveis, a maior parte dos exames pode ser feito anualmente, assim como um adulto. Mas se a saúde se encontra com problemas delicados, como excesso de peso ou doenças mais graves, tais exames devem ser feitos com maior periodicidade, semestralmente ou trimestralmente.
•    Portadores de doenças e condições especiais: se você tem diabetes, tem uma família com alta incidência de câncer e/ou problemas no coração, é portador de doenças degenerativas ou mesmo alguma condição que fragilize sua saúde, a frequência de consulta deve ser praticamente mensal, dependendo também da orientação de seu médico.
Lembramos que é sempre recomendado buscar as palavras de um especialista, possibilitando uma orientação correta e que leve você a uma vida saudável e com menos riscos.

ANS--.jpg

CNPJ 02.127.779/0001-36

Copyright © 2019, Leader Assistência Médica e Hospitalar. Todos os direitos reservados.

ANS_LEADER-.png