Buscar
  • Leader Saúde

26 de Agosto | Dia da Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão


O mundo que conhecemos hoje está longe de ser perfeito, justo, amigável a todos, mas devemos levar em conta que avançamos muito em comparação com o que já foi um dia. A manutenção da sociedade é um ponto delicado, existe uma linha tênue que separa os direitos e deveres de cada um, sem afetar negativamente as vidas envolvidas. Mas quando começou a se tornar uma realidade o ideal de direitos e deveres, de limites e respeito, de moral e ética?

O pensamento geral tem bases na filosofia, a partir de Immanuel Kant com sua obra publicada em 1797 intitulada A Metafisica dos Costumes trata basicamente a ética e a moralidade, levando em conta que o que difere os homens dos outros animais é a razão, a capacidade de pensamento, estabelecendo o conceito de Boa Vontade, que é a crítica em fazer o que é certo e correto moralmente. A partir disso, um leque de ideais é aberto, principalmente pelo fato de todo ser humano dever ser tratado de forma igual, com respeito e dignidade.

O contexto francês de 1789 era de instabilidade e revolução social, um período de mudanças e com isso, o nascimento da Declaração, que serviu de inspiração para a Declaração Universal dos Direitos Humanos, pela ONU, a levar em conta um importante trecho autoexplicativo "Os homens nascem e permanecem livres e iguais em direitos. As distinções sociais só podem fundar-se na utilidade comum".

Se hoje ainda não alcançamos o desejável, ainda há muito pelo que lutar, o respeito deve ser sempre a base de uma sociedade, onde todos são iguais, nascem livres e possuem seus direitos e deveres, e sempre retomar o lema da República Francesa da época: “Liberdade, Igualdade e Fraternidade”.

#DicasdeSaude #SegueaLeader #SaudeLeader #SomosTodosLeader #

3 visualizações
ANS--.jpg

CNPJ 02.127.779/0001-36

Copyright © 2019, Leader Assistência Médica e Hospitalar. Todos os direitos reservados.

ANS_LEADER-.png