Buscar
  • Leader Saúde

As superfícies mais sujas e que precisam de higienização redobrada



Alguns objetos e superfícies tem a fama de serem sujos e cheios de bactérias e vermes, como por exemplo, o vaso sanitário e o dinheiro. Há outros entretanto, em que não há tanta atenção e cuidado para com o seu uso e higienização, e que podem ser igualmente ou até mesmo mais sujos do que o próprio vaso sanitário.

São objetos normalmente tocados por diversas pessoas durante o dia, por isso é importante manter sua higienização adequada, não apenas dos objetos em questão, mas também das mãos após o contato, pois são grandes meios de transmitir vírus, germes e bactérias.

Veja alguns exemplos:


Botões de elevador e corrimão A grande circulação de pessoas nos elevadores e escadas faz botões e corrimões terem altas taxas de microorganismos.

Um estudo de 2014, realizado em hospitais do Canadá, mostrou que havia maior prevalência de bactérias nos botões dos elevadores do que nos vasos sanitários, já que são limpos com maior frequência.

Materiais emborrachados, como os utilizados nos corrimões de escadas rolantes, colaboram para abrigar organismos. Por isso, higienizar as mãos antes de levá-las ao rosto ou de comer é a melhor forma de se proteger.


Maçaneta As maçanetas são uma fonte comum de contaminação indireta. Seu material pode determinar se há mais ou menos bactérias vivendo ali. Maçanetas de metal sem revestimento e pintura, por exemplo, podem inibir a presença em alguns casos. Com a frequência de pessoas entrando e saindo e tocando em maçanetas em lugares públicos, torna aconselhável lavar as mãos.


Torneiras Públicas

Muita gente pode não ter pensado nisso, mas é necessário tocar duas vezes na torneira: uma quando suas mãos estão sujas e outra quando estão limpas. Se os germes permanecem na torneira, você irá devolvê-los para a sua mão assim que tocar ali novamente. O ideal é também higienizar a torneira sempre que possível.


Celular

Com pessoas checando o smartphone 85 vezes por dia, os aparelhos ficam extremamente sujos. As mãos estão naturalmente cobertas de micróbios e podem passar vírus e bactérias para as telas dos celulares. Para diminuir a contaminação, é preciso lavar as mãos várias vezes ao dia. Além disso, não se deve levar o smartphone ao banheiro, onde ele entra contato direto com milhares de microorganismos dispersos no ambiente.


Carrinho e cesta de supermercado

No caso dos carrinhos e cestas, os responsáveis pela contaminação são, mais uma vez, as mãos das pessoas. Ao entrar em contato com esse objeto, é bom evitar levar as mãos à boca ou aos olhos, já que nem sempre é possível a sua higienização. E quem estiver com crianças não deve colocá-las dentro dos carrinhos! Do contrário, elas ficam expostas às contaminações.


#SegueaLeader #SaudeLeader #SomosTodosLeader #Superficies #Sujeira #Virus #Bacteria #Limpeza #Contaminacao

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo