Buscar
  • Leader Saúde

Endorfina - hormônios da felicidade



Hormônios da felicidade são neurotransmissores capazes de gerar sensações como alegria, recompensa e bem-estar. Todos eles são produzidos pelo próprio corpo e liberados em situações específicas, como a prática esportiva, a meditação e durante dores intensas. Hoje falaremos especificamente sobre a Endorfina.


A endorfina atua como um poderoso analgésico, sendo liberada pelo organismo em situações de dor e estresse. Ao atuar nas células nervosas específicas, nos faz sentir menos desconforto. Além disso, ela ajuda a controlar a resposta do corpo ao estresse. Pesquisas apontam ainda potencial para inibir o crescimento de células cancerígenas e equilibrar a produção de outros hormônios.

Saiba como estimular esse hormônio:


Tomar banho frio

Tomar um banho gelado é ruim enquanto se está no chuveiro, mas todos se lembram da sensação de bem-estar ao fechar a torneira. Isso porque nosso corpo libera a endorfina para diminuir a sensação do choque térmico causado pela água fria. Ao se interromper o causador do choque térmico, sobram os efeitos da endorfina.


Se exercitar com mais intensidade

Pesquisadores descobriram que o treinamento de alta intensidade, que induza atividade anaeróbica, estimula a liberação de endorfina na corrente sanguínea. É uma resposta à escassez de oxigênio durante a produção de energia nos músculos.


Dormir mais

A privação do sono tende a diminuir a conexão da endorfina com os receptores do sistema límbico, que controla a sensação de prazer. Assim, uma noite bem dormida pode nos permitir o melhor aproveitamento da endorfina.


Tomar sol

Assim como a serotonina, a endorfina é influenciada pela exposição ao sol. Neste caso, porque ela afeta diretamente a produção de endorfina em nosso organismo. Se você não consegue tomar sol por qualquer motivo, pode usar uma luz UVB, que também induzirá a produção de vitamina D, ou ainda suplementar diretamente a vitamina.


Sair com amigos

Um programa em boa companhia tem potencial para liberar endorfina no organismo. Por conta da pandemia esses encontros precisam ser adiados, entretanto uma vídeo chamada com toda a galera pode trazer o mesmo benefício.


Comer alimentos com seus precursores

Chocolate, pimenta, aveia, alface e sementes de abóbora e girassol. Estes alimentos têm entre seus componentes os ingredientes da endorfina. Quando combinados com a prática esportiva ou algum outro estimulante, podem impulsionar a produção do hormônio.


Comer alimentos saborosos

Estudos demonstraram que a estimulação de receptores da endorfina aumenta após a ingestão de alimentos que apreciamos. Não por outro motivo, o consumo excessivo de alimentos ultraprocessados e altamente palatáveis é apontado como fator importante para as crescentes taxas de obesidade em todo o mundo.


#SegueaLeader #SaudeLeader #SomosTodosLeader #Endorfina #Felicidade #Hormonios #HormoniosDaFelicidade

12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo