Buscar
  • Leader Saúde

As doenças mais graves transmitidas por mosquitos


Ao mencionar animais mortais, é comum pensarmos no leão, tubarão, serpente, tigre, etc... Mas o bicho responsável pelo maior número de doenças graves e mortes no mundo é um ser bem pequeno, e que as vezes deixamos de teme-lo pelo seu tamanho: o mosquito.

Esse inseto é 180 vezes mais letal que cobras, tubarões e outros animais considerados perigosos. Enquanto as serpentes causam aproximadamente 125 mil mortes por ano, os mosquitos matam 725 mil, pois são os principais responsáveis por transmitir doenças. Veja as principais e mais perigosas:



Febre amarela

Principais transmissores: Haemagogus, Sabethes e Aedes aegypti.

Sintomas: de febre súbita, calafrios, prostração, dor de cabeça intensa, dor nas costas e no corpo, náuseas, vômitos, fadiga e fraqueza.

Cerca de 15% apresentam um breve período de horas a um dia sem sintomas e, então, desenvolvem a forma mais grave da doença, podendo ocasionar icterícia (coloração amarelada da pele e do branco dos olhos), sangramentos (gengival ou intestinal) e, choque e insuficiência de múltiplos órgãos, como rins e fígado. Cerca de 20% a 50% das que desenvolvem doença grave podem morrer. Não é passada de pessoa a pessoa.


Malária

Principal transmissor: Anopheles darlingi

Sintomas: febre alta, calafrios, tremores, sudorese e dor de cabeça, que podem ocorrer de forma cíclica. Muitas pessoas, antes de apresentarem estes sintomas mais comuns, sentem náuseas, vômitos, cansaço e falta de apetite. Em casos graves, o paciente tem fraqueza, alteração da consciência e até hemorragias. A malária não é contagiosa.


Dengue

Principal transmissor: Aedes aegypti

Sintomas: febre alta, seguida de dores musculares intensas, dor atrás dos olhos, manchas vermelhas no corpo, falta de apetite e dor de cabeça.


Zika

Principal transmissor: Aedes aegypti

Sintomas: manchas vermelhas no corpo, febre baixa, dores no corpo e nas juntas e, em alguns casos, conjuntivite.

Após alguns dias, as manchas vermelhas coçam. Se não tratar, pode desenvolver complicações neurológicas como encefalites e Síndrome de Guillain Barré. E a microcefalia, que causa má formação fetal do bebê em gestantes. Diferentemente de outros mosquitos, pode ter transmissão sexual.


Chikungunya

Principal transmissor: Aedes aegypti

Sintomas: dor articular que pode ser incapacitante principalmente nos joelhos, cotovelos e tornozelos. O sintoma inicial é febre, dor de cabeça e mal-estar. Também aparecem manchas vermelhas ou bolhas pelo corpo.

A transmissão para o feto pode acontecer quando a mãe adoece na última semana de gravidez. Também existe transmissão por transfusão sanguínea.


Febre oropouche

Principais transmissores: Culicoides paraensis e Culex quinquefasciatus

Sintomas: o principal inseto que transmite essa doença no ciclo urbano é o popular borrachudo. Pode ser facilmente confundida com a dengue. —febre, calafrios, dor de cabeça, dor nas articulações e náuseas. Alguns pacientes sentem fotofobia (sensibilidade à luz), dor nos olhos e tontura. Em casos graves, se houver evolução da doença, a complicação mais comum é a meningite viral.


Elefantíase (Filariose Linfática)

Principal transmissor: Culex quinquefasciatus

Sintomas: provoca edemas (acúmulo anormal de líquido) nos membros (pernas e braços), seios e bolsa escrotal. Depois da picada do mosquito, a larva vai para a corrente sanguínea, se reproduz e dá origem a vermes adultos, que causam lesões nos vasos linfáticos e consequentemente inflamação local.


A prevenção mais eficaz é evitar a proliferação dos mosquitos, eliminando água acumulada em vasos, pneus, garrafas plásticas e até recipientes pequenos como tampas.

Em áreas de risco ou no caso de gestantes é prudente usar roupas que cubram braços e pernas. Medidas paliativas podem ser adotadas como o uso de repelentes aprovados pela Anvisa como o IR3535, DEET e Icaridina. Porém, esses produtos devem ser usados com parcimônia, pois podem provocar reações alérgicas e tóxicas.


#SegueaLeader #SaudeLeader #SomosTodosLeader #Dengue #Zika #Chikungunya #FebreAmarela #Malaria #FebreOropouche #Elefantiase

8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
ANS--.jpg

CNPJ 02.127.779/0001-36

Copyright © 2019, Leader Assistência Médica e Hospitalar. Todos os direitos reservados.

ANS_LEADER-.png