Buscar
  • Leader Saúde

Autismo em adultos



Avisar ao mundo que o Autismo não termina na infância, é um desafio e um dever da nossa sociedade. As crianças autistas serão adolescentes, que se tornarão adultos e, mais tarde, serão idosos autistas. Portanto, devemos estar atentos às suas necessidades e a formas eficazes de apoiá-los e integrá-los em nosso meio.


Como é o autismo em adultos? Como identificá-lo?


Interação

O autista tem dificuldade para compreender regras sociais que não são óbvias, como por exemplo:

Pode parecer que a pessoa “não se liga” quando outra faz um sinal (por exemplo: gesto, olhar, careta) com o objetivo de transmitir uma mensagem, chamar atenção ou adverti-la de algo, porque as expressões faciais são difíceis de serem percebidas.

É comum que a pessoa tenha problemas para entender metáforas, ironias e piadas que têm duplo sentido ou uma mensagem “escondida”.

A pessoa pode parecer ingênua, não ver maldade nem malandragem e até mesmo malícia em situações que outras pessoas normalmente perceberiam rapidamente.

Podem ter dificuldade para ter empatia com o outro, por isso geralmente não percebem sinais emocionais sutis como por exemplo: tristeza, raiva, tédio e até de alegria, a menos que sejam bastante óbvias.


Socialização

Geralmente os autistas não ficam à vontade com demonstrações de carinho, mesmo com aqueles de quem são próximas, podem evitar beijos, abraços ou toque.

Tem dificuldade em compreender coisas abstratas como por exemplo: sensações, intuições, ideologias, etc.

Parecem encarar a vida de forma muito prática e objetiva.

Podem preferir falar de assuntos muito específicos, por muito tempo, e como tem dificuldade para perceber sinais sutis, muitas vezes não conseguem perceber quando as outras pessoas não estão mais interessadas no assunto.

Podem usar linguagem muito formal e parecerem inadequados ao ambiente.

Utilizam linguagem direta e podem ser percebidas como “grossas”, simplesmente porque são extremamente honestas com seus pensamentos e não percebem que podem chatear o outro.


Funcionamento

Apresentam muita resistência a fazer as coisas fora do planejado e sair da rotina, ficando ansiosos e irritados com isso.

Interesse pronunciado (hiperfoco) em ferramentas, instrumentos, mecanismos tecnológicos e coisas materiais.


Sensibilidade

Sofrimento intenso com barulhos incômodos e ambientes agitados.

Dificuldade em usar roupas de tecido não tão confortável.

Restrições alimentares: por exemplo, não gostar de comida com textura, cheiro ou gosto diferente do que está acostumada.

Também são frequentes outras alterações sensoriais, como muita sensibilidade a luz, por exemplo.


#SegueaLeader #SaudeLeader #SomosTodosLeader #Autismo #AutismoemAdultos #Autista

10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo