Buscar
  • Leader Saúde

Como identificar diferentes tipos de açúcar em rótulos de alimentos industrializados


Você sabe o quanto de açúcar consome no seu dia a dia? É fácil contar quantas colheres desta substância colocamos no café, no chá ou em sucos, mas perdemos a conta do que consumimos nos produtos e bebidas industrializados – que contêm açúcar adicionado, sem sabermos. A grande maioria das pessoas não sabem o que estão ingerindo de verdade, e isto é assustador.

Como ler rótulos dos alimentos e saber se contêm açúcar?

Primeiramente, você vai notar que os ingredientes estão ordenados por ordem decrescente de peso. Ou seja, os elementos em maior quantidade aparecem primeiro. No caso, a ideia é que os açúcares e gorduras apareçam no fim da lista (ou nem constem nela).


E como o açúcar atende por diversos nomes, pode não ser fácil identificá-lo na lista de ingredientes.


Veja abaixo as diferentes formas que o açúcar pode aparecer no rótulo, para você ficar bem longe:


· Caldo e xarope de cana: é o açúcar proveniente da cana processada. Um dos maiores estágios deste processamento resulta no açúcar que mais faz mal à saúde, comumente encontrado na forma de xarope de guaraná (açaí) e xarope de agave.

· Adoçantes à base de milho e xarope de milho: são os açúcares e xaropes feitos com milho. Encontrado como maltodextrina também. Existem shakes emagrecedores, barras de cereais e cereais matinais que o utilizam para adoçar, mas surtem o mesmo efeito que o açúcar.

· Glucose: uma forma de açúcar também.

· Dextrose: outra denominação para a glucose.

· Frutose: esta substância só é boa na sua forma natural, ou seja, em frutas, legumes e mel. Quando aparece na forma industrializada pode causar intoxicações no fígado e risco de sobrepeso também.

· Xarope de milho rico em frutos: este é o adoçante mais comum de comidas e bebidas processadas. De todos os tipos de açúcar é o mais nocivo para a sua saúde.

· Mel: por conter mais fibras e própolis em sua composição, é uma alternativa saudável para adoçar alimentos.

· Açúcar invertido: usado como um aditivo para preservar o frescor e evitar o ressecamento, é um misto de frutose e glucose, obtido ao se processar a sacarose. É uma péssima opção.

· Lactose: açúcar que ocorre naturalmente no leite, mas muitas vezes é acrescido aos produtos para fornecer mais sabor.

· Maltose: amido e malte quebrados e transformados em açúcares simples. São usados comumente em cervejas, pães e comidas de bebê.

· Melaço: é o xarope grosso e escuro que sobra depois que o açúcar de cana ou de beterraba foi processado e virou açúcar de mesa. Por ser um dos primeiros estágios do processamento do açúcar, contém mais fibras e nutrientes, sem causar grandes malefícios à saúde.

· Sacarose: é o nome químico do açúcar branco granulado (o açúcar de mesa).

#SegueaLeader #SaudeLeader #SomosTodosLeader #Açucar #Rotulo #TabelaNutricional #Sacarose #Frutose

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo