Buscar
  • Leader Saúde

Qual a importância de jantar, e por que você não deve pular essa refeição?



Sem dúvidas, a refeição menos desejada é o jantar, pois há algumas controvérsias a seu respeito. Mas apesar de ter seus contras, é importante levar em conta os seus prós, pois o jantar é a refeição que irá fechar a alimentação do dia com chave de ouro. Ele irá fornecer os nutrientes que faltam para que eles sejam fornecidos na quantidade adequada. Dessa maneira, como todas as refeições do dia, o jantar não deve ser omitido. Essa refeição irá preparar o corpo para o período de sono. Por isso, o jantar deve fornecer energia e um volume alimentar adequado, evitando sobrecarregar o organismo e permitindo um sono tranquilo.


Muitos mitos cercam o que comer no jantar. Mas o mito campeão é a afirmação de que não se deve comer carboidratos à noite. É importante lembrar que frutas e legumes são bons alimentos para essa refeição e eles têm como maior quantidade de nutrientes os carboidratos. Nas refeições principais, incluindo o jantar, nenhum nutriente deve ser priorizado. Carboidratos, proteínas, gorduras, vitaminas e minerais devem ser fornecidos adequadamente. Além disso, não é o carboidrato no jantar que fará com que haja o ganho de peso. O aumento de peso é decorrência de um excesso de calorias obtidas durante o dia, e não por causa do carboidrato consumido no período noturno.


O maior cuidado que se deve ter ao fazer o jantar é ajustar o volume da refeição com o horário de se deitar. Por isso, deve-se fazer essa refeição, pelo menos, uma hora e meia antes de ir para a cama. Optar por alimentos menor quantidade de gorduras é o ideal. Assim, frituras e molhos à base de maionese e queijos devem ser evitados. Grelhados, verduras, legumes cozidos devem estar presentes no jantar. Até o arroz com feijão pode ser consumidos, adequando a quantidade à aceitação de cada pessoa.


#SegueaLeader #SaudeLeader #SomosTodosLeader #Jantar #AlimentacaoSaudavel

11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo